Maracanã continua estádio Mário Filho

FARID ASSED JUNIOR
Presidente da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (ALERJ), André Ceciliano

Os deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), tentaram mudar o nome do Maracanã, de Estádio Jornalista Mário Filho, para Estádio Edson Arantes do Nascimento (Rei Pelé).
Questionados pela imprensa sobre o projeto de mudança de nome do Maracanã, tramitar em regime de urgência, os deputados, em resposta afirmaram que está modalidade é prevista no regimento interno da Alerj.


A Associação Brasileira de Imprensa (ABI) chegou enviar carta ao governador Claudio Castro, para mudança de nome do Maracanã não seja sancionada.
A diretoria da Associação de Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro (ACERJ), também foi contra mudança do nome do Maracanã. ACERJ também enviou correspondência ao governador Claudio Castro, para negar o projeto de mudança do Estádio Jornalista Mário Filho.
Familiares de Mário Filho, chegaram ficar indigados e rejeitaram mudança do nome do Maracanã.

Depois de vários encontros e desencontros de deputados e entidades esportivas e com o aval do presidente da Alerj, André Ceciliano (Foto) e seus pares, chegou por bem, continua como estava, o seja, o Maracanã, é Estádio Mário Filho.
Na história do jornalismo esportivo, Mário Filho, foi fundador do extinto Jornal dos Sports, e trabalhou para criação do estádio do Maracanã.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu